LEIAM AS LETRAS BRANCAS E VERMELHAS JUNTAS ,DEPOIS SÓ AS VERMELHAS


READ WHITE AND RED LETTERS TOGETHER , THEN ONLY THE RED

Seguidores

New Translator....

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Mari - Alva

Mari - Alva

Sem nenhuma marca tua pele alva
Quero-te assim branca e toda salva
De outro que te macula e toca
Deixa ser eu o feitiço que te estoca
Aquele que sorve teus mamilos e seios
O cara que é canalha na areia e anseios
Que morde teu pescoço sem doer
Seja a mulher que os dedos meus vai roer
Como um marsupial procurando um lugar
Que seja tua buceta um jeitoso lar
Fascina-me tua beleza de burguesa impura
Que me olha feito um ser dominante, jura
Mas na verdade te desnudo a cada imagem
E nelas faço mil coisas soturnas e vis à margem
Dos que lhe habitam as noite, sou puto alfa
E você vadia sem par inteiro, é puta da alta
Mas mesmo assim somos dois iguais
Que se afogam em sórdidos momentos pontuais

Almeida Lucius®
09/02/2017
Para Mariangela
Serie : DOIS PUTOS   11


4 comentários:

Marlyn Andreas disse...

Es una maraviha de muher.
Una Deusa.
Uma Rainha.

Adoro a esta muher.
En esta foto esta fantástica,
Toda expuesta,
Para que podamos admirar sus preciosas tetas tan "tiesitas",
Con esos pezones apuntándote.

Con sea buceta tan velluda, tan linda
Diciendote: Ven! Comeme!

Con esas piernas tan largas
Que parecen un mar infinito de seducción. ....

Nuno Filipe disse...

Poema fascinante. A imagem é de uma DEUSA.

* yllenah * disse...

Fantásticas palavras!
Tu expõe em letras tantos sentimentos!
És poeta nato!
É 'cabra' da peste!

NightlySun disse...

Yes, I like the style.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Visitante - Visitor - Vizitator - Visiteur