LEIAM AS LETRAS BRANCAS E VERMELHAS JUNTAS ,DEPOIS SÓ AS VERMELHAS


READ WHITE AND RED LETTERS TOGETHER , THEN ONLY THE RED

Seguidores

New Translator....

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Depravado

Depravado





Não vou deixar passar

Mesmo menina lindinha

É toda loirinha, safadinha

Esses teus peitos, vou mamar

Então fique de joelhos

E mostre os lábios e garganta

Chupa feito a puta e rameira

Cai de boca



Pois eu e você estamos
Com depravados desejos 
Esse teus mamilos tesos
Como é belo meu desejo
Chupo lambo e mordisco
Quero descer no umbigo
Depois invadir tua buceta
E lá ficar sugando o gozo
Sentir teu cheiro de fêmea
Espasmos de prazer, sentada
Na minha boca, língua resolver
Me afoga com todo teu tesão
Depois de 4 teu cu vai me ver
Entrar sem aviso, grito bandido
Mas vai também ter prazer
Assim que me ouvir gemer
Pois te quero loucamente
Nada de para, vamos fuder
Agora que já sentiu
Vem senta no pau, viril...
Rebola e grita loirinha
Mostra como tu é bela e vadia
E ao gozar quero tua boca
Onde vou deixar porra 
E nos olhos ver você gostar


Almeida Lucius™
14/08/2010


Para Helena

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Lambuza

Lambuza

Vou onde nasce teu Mel
Buscando teu sabor
Teu perfume doce
Quero um beijo intimo
Melado como só você pode
Eu quero minha língua no fundo
Vasculhando e lambendo tudo
Aqui você é de tudo
Da vadiagem a libertinagem
Se abre
Isso nem tira toda roupa
Se abre
Deixa esse louco ladrão
Encantar-se com tua macia
Se abre
Me deixa beijar tua vulva
Goza e soluça
Goza e me lambuza
Agora tira essa blusa

 
Almeida Lucius™
20/07/2010

Para Mel(Ada)

domingo, 22 de agosto de 2010

Vem para o bandido


Vem para o bandido

Venha me encontrar
Vestido preto colado
Por baixo, nada
Deixa tua vulva respirar
Venha e chegue já excitada
Venha pensando que é só
Um jantar
Mas você será o prato a degustar
Se esconda ao entrar
Ninguém pode ver você chegar
Pois sabe que aqui é o bandido
Que vai te pegar
Feche a porta agora é minha
Beijos tua boca, removo o baton
Quero tua língua sugar

Minha mãos nos teus seios
É o primeiro aviso
Nos mamilos torcidos
Gemidos
Abre essas coxas lindas
Vou com dedos rever tua geografia
Na vulva molhada
Estacionar e dedilhar
Clitóris vai inchar
Quer falar, não podes, tua boca
Eu afogo com beijos loucos

Puxo tua mão para minhas pernas
Veja como estou pronto
Retira meu pau
Aperta e sinta o tesão
Não vou esperar
Esta pronta ou não
Em ti vou entrar
Segura no meu ombro
Tuas ancas vão voar
E me recebe num grito
Pois teu rabo eu habito
Desce e sobe em arfar

Xinga sem pensar
Mais continua a movimentar
Quer ser inundada
Morde meus lábios
Eu dentro gozo
Assim você recebe tudo dentro
E relaxa no meu colo fica a pulsar
Vem com essa boca deliciosa
Mostra tua habilidade de chupar
Pois ainda te quero de 4
Para insanidades testar

Almeida Lucius™
16/07/2010

Para a-Mar

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Moreno e teso

Moreno e teso
Nesta boca vermelha
Grudo e faço e desfaço
Minha mão desce safada
No teu corpo procura abrigo
Vou ao teu ouvido digo coisas
Que você rindo aproveita
Sei que não me rejeita
Sou vagabundo e abuso
Estou teso e sente no umbigo
Quer mais me pegar
E mostrar tua arte, me chupar
Como gosta de fazê-lo
E me deixar louco e te afogar
Teus toques são ilegais e imorais
Mas sorridente degusta sou mortal
Mas você me torna menino
Você minha catedral
Pois você tem o meu altar carnal

Onde tenho carne e vinho
E o mais delicioso e jeitoso anal
Você rebola e ajuda tudo consensual
Vem a-Mar da tua forma, sabedoria
Eu animal
Pois agora eu vou descer canibal
Vou à tua vulva sorver
Tudo que é delicia, vai me receber
Deixar você maluca e gritar
Você vai mais é querer meter
Teu homem agora para dentro
E em ti resolver, pois já gozou
E na minha boca teu mel deixou
Agora quer sentar e sentir
Meu pau teso te invadir
Então gemer e deslizar
Pois em ti vou devagar penetrar
Neste gozo beija minha boca
Para teu tesão me mostrar
Relaxa e vamos sentir juntos
Nosso mais profundo gozar

 
Almeida Lucius™
10/07/2010

 
Para a-Mar

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Minha Oficina

Minha Oficina

 
Gata que me inspira

Cada palavra me fascina

Teu quadril nu alucina

Coxas malhadas minha oficina

Quero tua geografia minha

Sinta-se amada é tua sina

Por essa teu homem marginal

Que te cantou e sempre sonhou

Com tuas fantasias e ânsias

Vou ter você de 4, agarro tuas ancas

Morder tua nuca, beliscar mamilos

Dizer coisa feias, puxar cabelos

Tudo na medida certa, pois quero

Você sempre aberta

Muito sacana e esperta

Molhando meu pau

Com gozo ou saliva

Com tua boca fatal


 
Almeida Lucius ™

29/07/2009

sábado, 7 de agosto de 2010

A Pinta II


A Pinta II

Na tua boca vou colocar
Quero muito o teu chupar
Engole inteiro, vem com língua
Salivar
Depois recolhe toda essa baba
Sugando eu teso, enfio tudo
Lagrimejar
Passo meus dedos na tua vulva
Esta melada tu és safada
Essa gulosa vai melhorar
Sou marginal e dois dedos
Nesta rosada vou colocar
Enquanto engole, lambe e se delicia
Com minha pica que vai voar
Você não deixa, ela escapar
Sabe fazer ela esporrar
E vai ao rosto , mais é tu boca
Que se inunda desse deleite
Gosta de me mostrar
E devagar engole tudo
Faz os beiços estalar
Sorriso safo, assim de quatro
Os teus cabelos, domesticar
Não devagar já estou a te estocar
Teu grito disse o teu sentir
Eu animalquis fincar
Na tua nuca beijo e mordidas
E tua pinta, vejo de cá para lá
Se mexendo elétrica a rebolar
Novamente sou tua presa
E dentro de ti vou gozar
Urrando, vou a tua boca
Quero teu beijo, molhado e louco
Fez-me cativo desse lindo corpo
Me sinto desfalecido, mas em você
Tenho todo o abrigo
Neste momento não sou só eu
Que me realizo

Almeida Lucius™
31/05/2010

Para a Malu 

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Voce é


Voce é

Madura e tem doçura
Indecente mas usa absorvente
A libido ávida e bandida
Nuance de tons pastel
Quando furiosa, vermelho Mel
Gulosa, puta na cama
Também meiga e manteiga
No meu corpo só vadiagem
No ouvido diz muita bobagem
No corpo macio tiro sacanagem
Caçadora loba faminta
Roçando pelagem, cai de boca
Sugando o gozo, de língua inteira
Nada de menina de bobeira
É mulher, quando quer
Vadia em pêlo!

Almeida Lucius™
26/05/2010

Para Mel(ada)

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Súplica e gozo


Súplica e gozo

Quero muito ver você gozar
Olhando teus lábios e você mordendo
Olho semi-serrado e tua boceta
Toda melada da minha saliva
E teu orgasmo escorrendo
Eu segurando nas ancas
E meus dedos te envolvendo
Como leoa no cio você gemendo
E tua cadencia de coxas voando
Macia tua vulva me beijando
Sou o único que aqui vou lambendo

E cada toque um arrepio
Minha língua pontilhando
Teu clitóris tesando
E você só se movimentando
Como degusto tudo e sorvo
Cada parte de ti vou amando
Com minha boca safada gostando
E quero muito você derretendo
Em delírio me dizendo
Que posso enfiar tudo que estou querendo

Dedos em ti vão entrando
E teu ritmo vai acelerando
Eu com a suavidade devida
Essa atrevida, vai sentindo
Uma mistura de luz que esta vindo
De dentro no mais fundo sentimento
Mata minha sede de ti com todo o poder
Que na minha boca você deixou
Assim teu néctar me alimenta e minha boca
Se apresenta

Almeida Lucius™
10/06/2010

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Visitante - Visitor - Vizitator - Visiteur